Aniversariei - Site de aniversário

São Paulo, SP (DINO) 

O mercado de festas e eventos foi responsável por movimentar R$ 17,2 bilhões no país no ano passado, de acordo com dados da Associação Brasileira de Eventos Sociais (ABRAFESTA). Deste total, 16% são representados por festas infantis. O que se observa é uma mudança de tendência: os famosos buffets estão perdendo espaço para o resgate das tradicionais festas realizadas em casa, onde a comemoração é mais personalizada e econômica.

De acordo com dados do IBGE, 20% da população é composta por crianças e, atualmente, as festas não se restringem somente aos aniversários. Batizados, descoberta do sexo do bebê, mêsaniversário e festas temáticas de super-heróis, Copa do Mundo, Festa Junina, times de futebol, enfim, usando a criatividade, este mercado espera crescer 30% em 2018.  

“A procura por produtos licenciados é enorme, mas o que observo é uma mudança de comportamento do consumidor. A família agora quer festejar com mais frequência, aliando produtos de qualidade à economia. Por isso disponibilizamos mais de 70 linhas em nosso portfólio”, afirma Vagner de Jesus Pinto, diretor geral da Festcolor, empresa especializada em artigos para festa infantis, que oferece 171 milhões de itens entre decorações de mesa, balões personalizados, painéis decorativos, convites e muito mais.

Novidades – Este ano, as principais tendências serão a Copa do Mundo e temas associados aos super-heróis e a Magali Melancia, além dos sucessos com as linhas Unicórnio, Flamingo, Panda e Festa Junina. Com o intuito de se manter sempre à frente do setor, a Festcolor investiu em equipamentos específicos, lançou uma linha de bolhas de sabão e taças acrílicas e está ampliando sua fábrica, localizada em Minas Gerais.

“Nossa estratégia busca implementar o faturamento da empresa que mira um crescimento de 14% até o final de 2018” conclui Vagner, que possui uma rede de distribuição de seus produtos em mais de 15 mil pontos de venda. Segundo o diretor, uma festa em casa pode representar uma economia de até 53% no orçamento total do evento se comparado ao buffet. Vamos combinar, é ou não é uma vantagem em tempos de crise?

Ajuda